Uma Vida Solitária...

Uma Vida Solitária...

Ele nasceu em uma cidadezinha obscura.
Ele trabalhou numa carpintaria até mais ou menos os trinta anos.
Ele se tornou um pregador itinerante.
Ele nunca teve um local de trabalho.
Ele nunca teve uma família ou foi proprietário de uma casa.
Ele não cursou faculdade.
Ele não tinha credenciais a não ser Ele Mesmo.
Depois de pregar por três anos, o público se voltou contra Ele.
Seus amigos fugiram correndo.
Ele foi entregue a Seus inimigos e passou pelo humilhação de um julgamento.
Ele foi pregado numa cruz entre dois ladrões.
Enquanto estava morrendo, Seus executores apostavam Suas roupas, a única propriedade que tinha na terra.
Ele foi colocado num sepulcro emprestado.
Dezenove séculos se passaram e hoje Ele é a figura central da raça humana.
Nem todos os exércitos que já marcharam, nem todos os marinheiros que já navegaram, nem todos os parlamentos que já se reuníram, nem todos os reis que já reinaram afetaram a vida do homem na terra tanto quanto aquela
VIDA SOLITÁRIA.



Autor Desconhecido.

Voltar à Página Principal: