Como ser um bom Católico...



Eis aqui algumas regras básicas obrigatórias que todos os Católicos deveriam saber. Entretanto, alguns Católicos não as conhecem ou, mesmo conhecendo, não as seguem.

*Participe da Missa semanalmente. Faltar à Missa deliberadamente nos sábados à tarde (Missas dominicais) ou nos domingos é um pecado mortal. 
*Participe da Missa nos Dias Santos de Guarda. Somos obrigados  fazê-lo em certos dias festivos do ano. O calendário Católico fornece uma lista de todos esses dias
*Confesse ao menos uma vez por ano se estiver em pecado mortal. Um pecado mortal é aquele contra quaisquer dos Dez Mandamentos. O Catecismo da Igreja Católica ensina a diferença entre os pecados mortais e os veniais.

*Creia de todo o coração Na Precença Verdadeira, Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo na Santa Eucaristia. 
*Não comungue se tem consciência de que está em pecado mortal
. Este seria um outro e ainda pior pecado mortal chamado Sacrilégio. É aconselhável fazer um exame de consciência todos os dias e especialmente antes da Confissão.

*"Sede submissos e obedecei aos que vos guiam pois eles velam por vossas almas e delas devem dar conta. Assim, eles o farão com alegria, e não a gemer, que isto vos seria funesto.. Hebreus 13,17
Os adultos estão sujeitos aos seus superiores no trabalho, às autoridades e à lei. Obviamente, tudo isso deve se submeter à lei de Deus, a qual devemos dar prioridade.

Obedeça aos ensinamentos do Santo Padre o Papa e ao Magistério da Igreja. 


*Temos que respeitar a vida em todos os sentidos.
O Aborto é o assassinato da criatura mais indefesa de Deus, uma criança inocente no ventre de sua mãe. A vida começa na concepção. Os defensores do aborto tentam esconder o que, na verdade, é "assassinato legalizado" usando o termo Pró-Escolha. NÃO é escolha de uma mãe assassinar seu filho ainda por nascer ou não. A criança não é dela. Pertence a DEUS. Não é uma parte de seu corpo. Como poderia ser, se pode ser menina ou menino? É uma pessoa à parte, com seu próprio organismo e pode até ter um tipo de sangue diferente da mãe.  

Assim sendo, nosso Criador criou cada pessoa única, funcionando independentemente e com o potencial para ser um humilde membro deste mundo ou ser uma grande pessoa. Em nosso país maravilhoso, cada um de nós tem o poder de votar e colocar grandes personalidades na liderança. Um bom Católico, vota com inteligência e cuidado em uma pessoa que é a favor da vida, a favor de DEUS. Votar na onda de popularidade que abrange arrogância, auto-engrandecimento e orgulho pelos que advogam o direito de escolha é votar naqueles que propôem uma cultura da morte. Isto é estritamente proibido e contra os ensinamentos da Igreja Católica, que são os ensinamentos de Cristo! Um voto a favor da vida é dizer sim a DEUS. Lembre-se. Maria, nossa Mãe Bendita, disse "SIM" a DEUS. Faça o seu voto valer pela Vida!
*Não pratique contracepção. É contra a Sagrada Escritura e o ensinamento da Igreja. O Planejamento Familiar Natural, conforme ensinado pela Igreja Católica, é o caminho certo. O Papa Paulo VI escreveu uma Encíclica em 1968 na qual ele preveu as funestas consequências da contracepção, se continuasse. Chama-se Humanae Vitae. Certifique-se de ler o parágrafo 17, que previu exatamente o que iria acontecer e está acontecendo hoje em dia, mais de 30 anos depois. Contracepção é a mentalidade drogada que leva ao aborto e além.
*Os pais têm a responsabilidade de ensinar os filhos a distinguir o certo do errado desde cedo e tomar providências para que tenham uma educação Católica adequada. Ensine-os a participar da Missa aos domingos, a rezarem, que DEUS os ama, etc, assim que eles tiverem capacidade para entender. Esta não é uma obrigação da Igreja, a primeira responsabilidade é dos pais.
*Tenha uma devoção amorosa pela Bem-Aventurada Mãe de Deus e nossa. 
*Reze o Rosário todos os dias.
*Reze todos os dias. Reze o Ato de Contrição todas as noites.
*Apóie a Igreja financeiramente. Cada pessoa deveria saber com quanto pode contribuir.



©
Escrito por Bob Stanley, 2 de setembro de 2000
Atualizado em 9 de setembro de 2002 


Voltar à página principal...