Até tu, Brutus?*
É um Serviço "Interno"...


Em quase 2000 anos de história da Igreja Católica, registros históricos autênticos mostram que, em cada século, ela tem estado sobre um ataque brutal incessante vindo de todas as direções por parte de hereges e de apóstatas que desejam destruí-la.
Estas perseguições foram previstas pelo Próprio Jesus Cristo em Mateus 5,11-12, Lucas 6,26 e em muitos outros versículos. Estes ataques acontecem desde o início, e tudo começou dentro do círculo dos Apóstolos escolhidos, com o traidor chamado Judas..
Vieram então os ataques dos Judeus.

Veja o que aconteceu com eles a despeito disso!
Jerusalém e o templo Judaico foram destruídos, cerca de um milhão de Judeus foram mortos, conforme mostram os registros, e todo sacerdote Judeu foi assassinado pelos Romanos em 70 D.C..
O Judaísmo foi quase completamente destruído.
Por quê os Judeus fracassaram na tentativa de destruir a Igreja Católica?

Aí vieram os Romanos que queimaram Cristãos na estaca e alimentaram os leões com eles. Imperadores Romanos tais como Nero e Diocleciano, protegidos pelo mais poderoso exército que o mundo jamais viu, fizeram tudo que podiam para destruir a Igreja Católica, mas ainda assim falharam. Por quê falharam? Ao contrário disso, eles e seu império maligno foram destruídos em 476 D.C..
Sua sociedade pagã, seu país: a Itália, e Roma com ela, a capital do mundo, foram ao invés disso convertidos ao Cristianismo Católico.
Por quê os Romanos não conseguiram destruir a Igreja Católica? A Igreja tinha um exército maior, mais poderoso, com mais armas, ou havia uma razão infinitamente mais importante**?

Montes de crenças hereges e apóstatas também pipocaram. Para citar somente algumas, houve os Nestorianos, Arianistas, Vândalos, Muçulmanos, Valdenses, Albigenses, Cátaros, Protestantismo, A Revolução Francesa, Modernismo, Nazismo, Comunismo, Dissidentes, e agora Humanismo Secular, Fundamentalismo, Relativismo, Indiferentismo e Hedonismo. Há muito mais grupos hereges, apóstatas e crenças que não estão listadas aqui, de todo tipo que se pode imaginar.
É interessante notar que os ataques mais hereges, apóstatas e cismáticos vieram de dentro da própria Igreja Católica, e parecem ocorrer mais ou menos em um ciclo de 500 anos.
Por quê essas centenas de grupos hereges através dos séculos não conseguiram destruir a Igreja Católica?

Alguns não-Católicos ensinam que a Igreja que Jesus Cristo fundou apostatou logo depois que o último Apóstolo morreu. Entretanto eles não conseguem fornecer uma data para esta tal "Grande Apostasia" e nem conseguem mostrar nenhuma "prova" documentada de suas falsas acusações. A Igreja que Jesus Cristo fundou apostatou de fato? Seria isto possível?
Desejo que algum dos que fazem esta falsa acusação me mostre o versículo que diz que a Igreja inteira que Jesus Cristo fundou apostatou ou iria apostatar. Se em sua opinião você pensa que isso aconteceu, então você acabou de chamar Jesus Cristo de mentiroso (1João 5,10), pois Ele prometeu estar com Sua Igreja todos os dias de todos os séculos até o final dos tempos, e sem 1500 anos de intervalo, ou mesmo um único dia.
Ele disse isto em Mateus 28,20. Ele prometeu que o Seu Espírito Santo estaria com Sua Igreja para sempre em João 14,16, e João 16,12-13. Também temos a promessa de Efésios 3,21.
Se você realmente acredita no que a Sagrada Escritura diz, então tem que perceber que é impossível que a Igreja fundada por Jesus Cristo pudesse apostatar. Simplesmente porque DEUS disse que não poderia, porque Ele Mesmo a guiaria e defenderia.
Entretanto, pessoas dentro da Sua Igreja certamente poderiam, e têm apostatado. Em cada século desde o início tem havido grandes apostasias e heresias, e uns poucos cismas.
Todos os versículos que mencionam apostasia, referem-se a apóstatas individuais e não à Igreja como um todo. Aqui estão só alguns exemplos: Mateus 13,21; 24,24, Lucas 22,31, João 6,66,
Gálatas 1,6-10, 2Tessalonicenses 2,3, 1Timóteo 1,19-20; 4,1, 2Timóteo 1,15; 4,1-4, Hebreus 3,12, Hebreus 6,4-8; 10,26-29, 2Pedro 2,20-21; 3,17, 1João 2,19, Judas 1,5. Não há um versículo sequer que se refira à Igreja inteira que Jesus Cristo fundou, como tendo apostatado.

1. Ário, um Bispo Católico, começou a mais perigosa heresia de todos os tempos ao proclamar que Jesus Cristo era uma pessoa humana e não divina. A Igreja foi dividida ao meio com muitos Bispos tomando a posição de Ário.
Por quê o "interno" Ário não conseguiu destruir a Igreja Católica?

2. A próxima grande "surra" aconteceu quando o Patriarca Católico de Constantinopla recusou-se a aceitar a primazia do sucessor de São Pedro, o Papa, e isso resultou num cisma que fez as Igrejas Orientais se separarem da Igreja Católica. Aquelas tornaram-se um frouxo agrupamento de Igrejas chamado Igrejas Ortodoxas. Algumas dessas estão hoje em dia em comunhão com o Papa Ocidental, enquanto algumas outras, como o Protestantismo, não têm uma autoridade centralizada e abrangente.
Por quê esse cisma "interno" não conseguiu destruir a Igreja Católica?

3. 500 anos e pouco mais tarde, um sacerdote Católico chamado Martinho Lutero separou-se da Igreja Católica e se tornou o primeiro Protestante, formando os Luteranos. No mesmo ano, 1521, outro sacerdote Católico, Thomas Munzer separou-se da Igreja Católica e formou os Anabatistas. Menos de 20 anos mais tarde um Católico muito fiel e anti-Protestante, Rei Henrique VIII da Inglaterra, que tinha recebido o título de "Defensor da Igreja" por ter ficado fortemente contra Lutero, separou-se da Igreja Católica e formou os Anglicanos.
Ele estava zangado com o Papa por não lhe ter dado uma anulação a fim de que pudesse casar com uma outra mulher.
Por quê o Protestantismo "interno" não conseguiu destruir a Igreja Católica? Ao contrário disso, o Protestantismo está se tornando cada vez mais impotente e está se auto-destruindo conforme aconteceu com o Império Romano. Ele está implodindo, enquanto ao mesmo tempo a Igreja Católica continua a crescer em taxas altas.
Por quê os Católicos "internos" que começaram o Protestantismo não conseguiram destruir a Igreja Católica?

4. Agora quase outros 500 anos se passaram desde a tal reforma, e a Igreja Católica leva ainda mais uma "surra" por dentro, precipitada pelas ditas acusações de sacerdotes pedófilos.
Jesus não disse: "...os inimigos do homem serão as pessoas de sua própria casa."?
Mateus 10,36

Com basse nisso, a Igreja pode razoavelmente esperar outro posível (dente de serra) com este mais recente ataque, seguido de outro crescimento ainda maior e nunca antes vivenciado. As pessoas não conseguem perceber que a Igreja Católica tem dois lados, o lado divino que não tem mancha nem ruga (Efésios 5,27), e o lado humano, manchado pelo pecado de Adão que, assim como para toda a humanidade, é a razão pela qual nós temos a Igreja que nos foi dada por DEUS para início de conversa.
Por quê esses ataques "internos" não conseguem destruir a Igreja Católica?

A Igreja foi fundada por Jesus Cristo para a salvação dos pecadores que somos todos nós.
A Igreja Católica tem sido sempre um hospital para pecadores e não um hotel para santos (Marcos 2,17).

"Se pensamos não ter pecado, nós o declaramos mentiroso e sua palavra não está em nós."
1João 1,10
Eu diria que este versículo se aplica a todas as pessoas na terra, não é verdade? Aqui está um versículo companheiro desse:
Jesus não disse: "Quem de vós estiver sem pecado que atire a primeira pedra...?"
João 8,7
Agora, se 1João 1,10 se aplica a todo mundo na terra, então João 8,7 não deveria se aplicar a ninguém na terra.
Para que isto seja verdade, então eu lhe pergunto por que então tantas pedras são atiradas na Igreja Católica, e quem é aquele tão vaidoso a ponto de pensar que é qualificado para atirá-las?

Por quê os internos não conseguem destruir a Igreja Católica?
Conforme a história mostra claramente, ataques "internos" têm provado ser um desastre total e completo para cada um daqueles que os incita.

Interessante. Napoleão Bonaparte, um forte e poderoso inimigo da Igreja Católica, jurou destruí-la de uma vez por todas. Um Bispo Católico capturado, sabendo da meta de Napoleão, disse a ele: "O que o faz pensar que pode destruir a Igreja Católica, se nós que estamos dentro da própria Igreja não conseguimos destruí-la?"
Tenho certeza de que o bom Bispo deve ter falado isso se segurando para não rir.
Onde está Napoleão Bonaparte agora? O que aconteceu com o seu império? Onde está a Igreja Católica?

Adolf Hitler, que poderia ter vencido a Segunda Guerra Mundial com sua poderosa máquina de guerra, também jurou destruir a Igreja Católica. Ele realmente comandou a morte de milhares de sacerdotes e freiras. Onde está Adolf Hitler hoje? O que aconteceu com seu império? Onde está a Igreja Católica nos dias de hoje?

Então temos Joseph Stalin, um ateu convicto, e mais um inimigo da Igreja Católica. Ele também disse que iria destruir a Igreja Católica e ele também falhou. Onde ele está agora? Onde está o império comunista-ateu? Onde está a Igreja Católica hoje em dia?


História da Igreja Católica pelos 2000 anos passados desde sua fundação por Jesus Cristo:

A linha horizontal representa o tempo histórico. A parte denteada representa o crescimento da Igreja Católica ao longo deste período de tempo com uma caída de "dente de serra" mais ou menos a cada 500 anos. Perceba que depois de que cada uma dessas "mordidas" foram tiradas fora da Igreja por "gente de dentro" o crescimento da Igreja, depois de um curto período de tempo, foi ainda muito maior do que antes. Hoje a Igreja Católica tem 1,1 bilhões de membros, a despeito de todos os séculos de ataques incessantes por dentro e por fora.
Como você poderia explicar isto***?
Mais ou menos a cada 500 anos desde a fundação por Jesus Cristo em 30 D.C, a Igreja Católica tem sofrido uma tremenda "surra" por parte dos hereges, apóstatas ou cismáticos de dentro de suas fileiras. Depois ela tem sempre mostrado um padrão de crescimento maior, mais rápido e mais forte do que nunca.
Por quê todos esses "Até tu Brutus* internos" não conseguiram destruir a Igreja Católica?
Afinal de contas, qualquer instituição secular feita pelo homem teria sucumbido sem dúvida alguma há séculos atrás com um único desses ataques viciosos.

A resposta para todos os "porquês" e "comos" que mencionei neste documento está na Sagrada Escritura:
"Agora, pois, eu vos aconselho: não vos metais com estes homens. Deixai-os! Se o seu projeto ou a sua obra provém de homens, por si mesma se destruirá; mas se provier de Deus, não podereis desfazê-la. Vós vos arriscaríeis a entrar em luta contra o próprio DEUS.."
At 5,38-39


É muito ruim que aqueles que continuam a atacar a Igreja Católica deliberadamente ignorem a evidência historica da derrota de outros semelhants antes deles, e a clara conexão com estes dois versículos.
E obviamente eles nunca poderiam ver a si mesmos como participantes na última frase de Atos 5:39.

A razão disso é encontrada em outros versículos da Sagrada Escritura:
"A manifestação do ímpio será acompanhada, graças ao poder de Satanás, de toda a sorte de portentos, sinais e prodígios enganadores. Ele usará de todas as seduções do mal com aqueles que se perdem, por não terem cultivado o amor à verdade que os teria podido salvar. Por isso, Deus lhes enviará um poder que os enganará e os induzirá a acreditar no erro. Desse modo, serão julgados e condenados todos os que não deram crédito à verdade, mas consentiram no mal."
2Tessalonicenses 2,9-12

Será que a cada 500 anos mais ou menos, temos testemunhado DEUS trabalhando, ocupado limpando o lado humano de Sua Igreja, puxando fora as ervas daninhas, soprando o joio e podando galhos que não frutificam?
Você já ouviu falar em joeirar? É um processo antiquíssimo e simples pelo qual o trigo (bom) é separado do joio (indesejável) por meio do vento.
Um dicionário diz com relação a "joeirar": "Separar o trigo do joio por meio do vento. Livrar-se dos componentes indesejáveis, soprar para fora o joio".
O trigo cortado juntamente com o joio é atirado ao vento, que sopra para longe o joio mais leve, e permite que o trigo mais pesado caia no chão, desta forma separando o bom do ruim. Perceba que a qualidade do trigo, difícil de se ver quando misturado com o joio, é agora pura e aparente.
De maneira semelhante, DEUS permite que um "vento" sopre através de Sua Igreja de vez em quando, a fim de separar os fiéis dos infiéis, o bom fruto do fruto podre, o peixe bom do peixe ruim, o trigo do joio. A bondade dos fiéis agora fica muito mais aparente.
No Antigo Testamento os indesejáveis são tirados fora do templo 2Cr 29,16, assim como o templo no Novo Testamento o foi por duas vezes, e pelo Próprio Jesus Cristo: (segunda vez) Mateus 21,12-13,
Marcos 11,15-17, Lucas 19,45-48, (primeira vez) João 2,14-16.

"Que ninguém pense que homens virtuosos e bons Cristãos deixam o seio da Igreja; não é o trigo que o vento ergue, mas sim o joio; árvores com raízes profundas não são derrubadas pela brisa, mas sim aquelas que não têm raízes. São as frutas podres que caem das árvores, não as sãs; maus Católicos tornam-se hereges, assim como a doença é causada por maus humores. Primeiro, a fé se enfraquece neles por causa de seus vícios; então torna-se doente; depois morre; porque, já que o pecado é essencialmente uma cegueira do espírito, quanto mais o homem peca, mais fica cego; sua fé se torna mais e mais fraca; a luz desta tocha divina diminui, e logo logo o menor dos ventos da tentação ou dúvida é suficiente para apagá-la."
São Cipriano , Bispo de Cartago (martirizado em 258 D.C)
Tratado 1,9 Sobre a Unidade da Igreja


* Palavras ditas por Julio César enquanto era apunhalado pelo seu "amigo íntimo" Brutus.
Da peça "Julio César", escrita por William Shakespeare.
** Efésios 5,23, o Próprio Jesus Cristo é Salvador do Seu corpo, a Igreja que Ele fundou.
*** Mateus 16,18, os portões do inferno não prevalecerão.


©
Escrito por Bob Stanley, 30 de abril de 2002
Atualizado em 4 de outubro de 2003

Voltar à Página Principal...