Maria Bendita, Por Que Honrá-La?


Por que alguém iria querer honrar Maria? Afinal de contas, Jesus Cristo é o superior e deveríamos nos dirigir diretamente a Ele. Não precisamos dela.....ou precisamos? Vamos examinar esta questão com a Escritura e com nossos próprios poderes de razão concedidos por DEUS.

1. Quem é a primeira pessoa na Escritura a chamar Maria de "Bendita"? O primeiro lugar onde você encontrará a resposta é em Lucas 1,28. Se a sua resposta é Gabriel, então é a resposta errada. Gabriel é um Arcanjo, e a palavra grega "anjo", significa "mensageiro". Então Gabriel era só um mensageiro de alguém, mas de quem? Gabriel foi enviado por DEUS, então era mensagem de DEUS que Gabriel transmitiu. Se DEUS foi a primeira pessoa a chamar Maria "Bendita", pode alguma das criaturas de DEUS fazer menos do que isso? Como você, ou eu, ou qualquer outra pessoa ousamos refutar uma afirmação clara feita pelo Próprio DEUS? Qualquer um que tente fazer isso está se colocando acima de DEUS. Outros na Escritura também a chamaram "Bendita". Isabel o fez em Lucas 1,42, e uma "mulher na multidão" o fez em Lucas 11,27. A própria Maria disse em Lucas 1,48: "...eis que desde agora TODAS AS GERAÇÕES ME "CHAMARÃO" BENDITA". Você pode refutar o fato de que as palavras "desde agora" significam deste momento em diante, e que o verbo "chamarão" é um comando e não uma sugestão? Se você procurar a palavra "Bendita" no dicionário, ela significa "Santa", digna de "Veneração", "Reverenciada". DEUS nos está dizendo que Maria é Santa, e que ela deveria ser venerada e reverenciada. Como pode alguém se recusar a aceitar este comando específico em Lucas 1,48 e ainda assim alegar que segue a Bíblia?

2. Tudo bem, ela é "Bendita", mas isso significa que precisamos dela? Bem, o que foi que DEUS disse por meio de Gabriel em Lucas 1,30-33? "Vós encontrastes graça diante de DEUS." Bem alí, DEUS "venerou" Maria acima de todas as outras mulheres. No versículo 31 Ele lhe diz que conceberá. Quem ela conceberá? Ninguém menos que Jesus Cristo, a segunda pessoa da Santíssima Trindade, que vai se manifestar como a "Palavra Encarnada". O Próprio DEUS precisou de Maria para conceber Seu próprio Filho, e para carregá-Lo por nove meses até o nascimento. DEUS precisou de Maria para ser o recipiente para dar à luz Seu Filho Divino. Se DEUS precisou dela, nós também não podemos precisar dela?

3. Então ela deu à luz um menino! Ela é uma mãe como qualquer outra mãe! Por que aquilo a faz especial? Isso nos leva a uma questão teológica básica. Quem é Jesus Cristo? Sabemos que Ele é a segunda pessoa da Santíssima Trindade, o filho unigênito de DEUS. Sabemos também que Ele é a "Palavra Encarnada" conforme explicado em João 1,14, "...e o Verbo se fez carne e habitou entre nós." João 1,1 nos ensina que a "PALAVRA ERA DEUS". Maria deu à luz a "Palavra Encarnada", e a "Palavra" era DEUS. Pergunto, Maria deu à luz quem? A única resposta possível é que ela deu à luz  DEUS. Alguns insistem que ela só deu à luz a "humanidade" de DEUS, mas o que isso significa? Jesus Cristo era a única pessoa jamais nascida com duas naturezas: uma humana e uma divina. Entretanto ele era uma pessoa só, não duas. Ele não podia ser uma pessoa humana e uma pessoa divina, pois isso O faria ser duas pessoas. A questão então se torna: "Jesus Cristo era uma pessoa humana ou Ele era uma pessoa divina"? De volta a João 1,1 e 14, a "Palavra Encarnada" era DEUS. Jesus Cristo é uma pessoa divina. Mães dão à luz pessoas, cada uma com uma natureza. Elas não dão à luz naturezas. O Próprio DEUS chama Jesus Cristo de Seu Filho divino (Hb 1,5-8). Sim, ela é uma mãe como qualquer outra mãe, mas que diferença entre os filhos.

4. Bem, ainda não estou convencido, você diz? Estabelecemos que Jesus Cristo é DEUS, que Ele nasceu de Maria, e que DEUS precisou dela para sua "Encarnação". Vamos ver o que a Escritura diz. Jesus Cristo não veio para destruir a "Lei", mas para cumprí-la. Em Mateus 5,17-20,  Jesus afirmou isto e Ele também disse no versículo 18-19, "...Pois em verdade vos digo: passará o céu e a terra, antes que desapareça um jota, um traço da lei. Aquele que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar assim aos homens será declarado o menor no Reino dos céus..." Ele diz muito claramente para "guardar os mandamentos", todos eles. Agora você não acha que o Próprio Jesus Cristo guardou os mandamentos que Ele Próprio escreveu? Claro que Ele obedeceu, a todos eles, pois Ele disse:
"Se guardardes os Meus mandamentos, sereis constantes no Meu amor, COMO TAMBÉM EU GUARDEI OS MANDAMENTOS DE MEU PAI E PERSISTO NO SEU AMOR.", João 15,10.
Agora, e quanto a "honrar teu pai e tua mãe"? Você não acha que Ele também guardou este mandamento? Certamente há evidência Escritural mostrando que Ele honrou Seu Pai, e há evidência de que Ele honrou também Sua mãe. De fato, Ele, o Próprio DEUS, deve ter obedecido aos comandos "de mãe para filho" do dia-a-dia conforme crescia. Isto é mostrado em Lucas 2,51: "Em seguida, desceu com eles a Nazaré e lhes era SUBMISSO." Este é um versículo muito profundo se você pensar bem. Com efeito, diz que por muitos anos, o "Criador do Universo" obedeceu aos comandos de uma garotinha judia, de nome...Maria. Jesus também agiu à sugestão dela de que os convidados do casamento estavam sem vinho em Caná, ao fazer Seu primeiro milagre público quando transformou água em vinho em João 2,1-5. Jesus Cristo, dessa forma, guardou o mandamento "honre tua mãe" também. Se Jesus Cristo honrava Sua mãe, podemos fazer menos? Jesus Cristo ama Sua mãe como qualquer bom filho o faria. Ele a defenderá de todos os ataques feitos contra ela. Se você não honrou Maria, o que vai dizer ao Filho dela depois que tiver dado o último suspiro, e quanto O encontrar face a face e Ele lhe perguntar o porquê? Lembre-se de que naquele ponto do tempo, o "DEUS de Misericórdia" torna-se o "DEUS de Justiça". Então é muito tarde para corrigir a injustiça feita à Mãe de DEUS. São Louis Marie Grignion de Montfort disso isso da melhor maneira em seu livro "Verdadeira Devoção a Maria": "Que ninguém presuma esperar pela misericórdia de DEUS se ousa caluniar ou ofender a mãe de DEUS."

5. Em Suma:

Isso não a faz digna de nossa honra? Podemos fazer menos do que o Próprio DEUS fez? Algum homem ou mulher tem o direito, ou a autoridade, de dizer que nós não deveríamos honrar Maria Bendita? Dei-lhe a autoridade Escritural para honrá-la. Peça à pessoa que lhe aconselha algo diverso que mostre na Escritura onde está dito para não honrá-la. Jesus Cristo foi a única pessoa na história que foi capaz de escolher Sua própria mãe. Por que Ele escolheu Maria? Porque ela é especial, este é o porquê...


©
Escrito por Bob Stanley em janeiro de 1996
Atualizado em 4 de fevereiro de 2003

Voltar à Página Principal