A Santíssima Trindade está na Escritura...


A Santíssima Trindade: Aquele que tentar entender plenamente a Santíssima Trindade vai perder a cabeça, mas aquele que negar a trindade vai perder a alma.


Como o homem pode compreender plenamente a constituição infinita de DEUS quando nem pode entender plenamente sua própria constituição finita?: **Gn 1,26-27; 3,22, *Gn 11,7, Dt 6,4, Is *6,3.8.9,6-7, Sl 2,7, Mt  3,16-17; 10,20; 17,5; 28,19,
Mc 1,9-11,
Lc 1,35; 3,21-22, Jo 3,35-36; 14,26; 15,26, At 5,3-4, *At 17,29 (KJ) Rm 1,20, *1Cr 12,4-6, *2Cr 3,17,
*2Cr 13,13, Ef 1,2, Cl 2,9, Fl 2,11,  1Ts 5,23-24, Tt 2,13, **1Jo 5,7


A Santíssima Trindade age em unidade na glória: Lc 10,20, 1Cr 15,todo, Fl 3,21, Ap 22,17

A Santíssima Trindade está na Escritura:

 1. Só existe um DEUS..................Êx 3,14, *Dt 6,4, Jo 17,3
 2. Não há outros deuses................Is 43,10; 44,6-8, 1Cr 8,4-6
 3. DEUS é o criador.......................Sl 90,2, Is 44,24, Hb 3,4; 11,3
 4. O Pai é DEUS.....................1Cr 8,4-6, 2Pe 1,17
 5. O Pai é Senhor......................Gn 2,8-9
 6. O Filho é DEUS..........................Jo 1,1-3, Cl 1,16
 7. O Filho é Senhor...........................Tiago 4
 8. O Espírito Santo é DEUS..............Jó 33,4, At 5,3-4
 9. O Espírito Santo é Senhor...............2Cr 3,17
10. Três pessoas em um DEUS..........Gn 1,26, Mt 28,19, 2Cr 13,14
11. Pai, Filho, Espírito Santo...........Mt 3,16-17, Mc 1,9-11, Jo 14,26, 1Cr 12,4-6
12. Falsos deuses perecerão...................Jr 10,11


A doutrina da Santíssima Trindade (Tri-Unidade): em seu mais exposto perfil: 1Jo 5,7-8

 1. Em uma natureza divina, há três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.
 2. Nenhuma das pessoas é alguma das outras, cada uma é completa.
 3. O Pai é DEUS, o Filho é DEUS e o Espírito Santo é DEUS.
 4. Não são três DEUSES, mas um DEUS. As pessoas são distintas mas NÃO são separadas. Onde um está, todos estão.
 5. A Santíssima Trindade, um DEUS e três pessoas divinas, funciona de forma individual e ao mesmo tempo coletiva:
1Cr 12,4-6.



Uma Palavra, (o Filho) não existe sem um Falante (o Pai), e ninguém pode ser um Falante sem a Respiração (o Espírito Santo); assim como a Palavra não pode existir sem a Respiração. Assim, DEUS age como um. Ele não envia o Filho independentemente da plenitude da natureza divina. É o Pai e o Filho e o Espírito que falam. Não pode ser de outra forma, já que Eles são consubstanciais em Sua divindade.

©
Compilado em maio de 1996
Atualizado em 3 de setembro de 2001
Voltar à Página Principal